CIDADE JUNINA REALIZA EDIÇÃO 2019 COM ESTRUTURA MAIS MODERNA

CIDADE JUNINA REALIZA EDIÇÃO 2019 COM ESTRUTURA MAIS MODERNA

No sábado, 08 de junho de 2019, o Pingo da Mei Dia abriu oficialmente o melhor e mais cultural São João do Brasil, o Mossoró Cidade Junina (MCJ), que está em sua 23ª Edição. É um evento que celebra o orgulho que Mossoró nutre por sua história e vocação para a arte, um orgulho que aflora de maneira bem especial no período da festa.

As atividades do MCJ ocupam os principais equipamentos do corredor cultural e são divididas em oito polos: Pingo da Mei Dia, Chuva de Bala no País de Mossoró, Cidadela, Polo de Cultura Popular, Arena Deodete Dias, Paróquia de São João, Boca da Noite e a velha estação de trem, hoje Estação das Artes, centro dos grandes shows que reúnem milhares de mossoroenses e turistas por noite.

Foto: Pacífico Medeiros

O MCJ 2019 trouxe várias atrações entre artistas locais e grandes nomes da música brasileira, tais como Wesley Safadão, Dorgival Dantas, Fagner, Alceu Valença, Elba Ramalho, entre outros que ajudaram a abrilhantar a maior edição da festa desde a sua criação. É sempre bom lembrar que todas as apresentações no MCJ, em todos os polos, são gratuitas.   

Foto: Luciano Lellys

Chuva de Bala

A igreja de São Vicente, no centro histórico, é palco do “Chuva de Bala”, espetáculo teatral que revive o dia 13 de junho de 1927, dedicado à Santo Antônio, quando a população armada teria expulsado o bando de Lampião com uma “chuva de bala”. As apresentações ao ar livre trazem inovações em cada edição da festa e são um dos maiores destaques do MCJ.

 

Foto: Carlos Costa

Estrutura

Outra novidade na edição 2019 do MCJ foi a estrutura do evento. A montagem foi feita com material que deu mais segurança e conforto para o público e comerciantes que atuaram na festa. A montagem foi antecipada e concluída dias antes do início do evento, uma evolução importante em relação aos anos anteriores.

Uma das novidades na estrutura foi a padronização de todas as barracas que foram montadas na Estação das Artes, Cidadela e Polo de Cultura Popular. Os comerciantes ficaram satisfeitos com a organização.

 

Pesquisa

Alunos da Universidade Potiguar (UNP) realizaram, em Parceria com a Prefeitura Municipal de Mossoró um estudo de viabilidade econômica durante o Mossoró Cidade Junina 2019.

Segundo prévia do levantamento, na edição deste ano o evento teve cerca de 1 milhão de pessoas circulando nos oito polos do Mossoró Cidade Junina e terminou com saldo econômico positivo injetando mais de R$ 90 milhões na economia local durante o mês de junho.

A geração de emprego e renda através do MCJ também foi destaque em reportagem publicada pelo Ministério do Turismo em texto onde a festa junina mossoroense é apresentada com informações sobre vendas e movimentação econômica expressiva.

Fonte: Site Oficial MCJ

Preferidos

Os números apontaram também o Pingo da Mei Dia e o espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró como os dois polos que mais atraíram turistas este ano para o MCJ.

 

Deixe o seu comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *